MANCHESTER-. O Campeonato Mundial de Taekwondo teve início na madrugada desta quarta-feira, dia 15/5, na Arena Manchester, Inglaterra, e o Brasil contou com vitórias de estreantes e boas atuações. Valeria Rodrigues, Eduardo Barreta e Paloma de Lima não alcançaram as fases decisivas de suas chaves e encerraram suas participações. Na quinta-feira será a vez de Edival Pontes “Netinho” (até 68 kg), Gabriele Siqueira (acima de 73 kg) e Paulo Ricardo Melo (até 54 kg).

Valéria Rodrigues (- 46kg) foi a primeira brasileira a entrar no dojan. Em seu primeiro combate derrotou a grega Ioanna Koutsou, por 14 a 8. Na segunda fase a brasileira, 14ª colocada no ranking mundial, enfrentou a coreana Jae Young Sim, atual campeã mundial, que levou a melhor, por 8 a 2.

– Estou feliz por estar participando do Mundial, representando a nação brasileira, sonho de todo atleta e sigo com rumo de sonhos ainda maiores. Fico triste por não vencer da atleta coreana, mas sabia que seria difícil, ela é uma das favoritas. Lutei até o final e agora sigo compartilhando destes momentos com meus companheiros e quando voltar para casa vou trabalhar ainda mais. Sou grata as oportunidade que a CBTKD e o COB, em parceria, assim com a Dezdan, têm nos proporcionado – analisou Valéria Rodrigues.

Na sequência foi a vez de Eduardo Baretta (- 58kg) levar a melhor contra Antonio Flecca, da Italia, por 11 a 4. No segundo combate, marcado por alternâncias no placar, Eduardo entrou no último “round” vencendo por 10 a 5, mas Stephan Dimitrov, da Moldávia, fechou o combate com 18 a 17.

– Foi uma experiência incrível, meu primeiro Mundial Sênior, e estou muito feliz com a minha atitude e performance em quadra, saio daqui de cabeça erguida e com uma cede de “quero mais” – analisou Eduardo Baretta.

Com apenas 22 anos e em seu segundo mundial, Paloma de Lima enfrentou a russa Karina Zhdanova e após o combate terminar empatado, no tempo regulamentar, a brasileira não conseguiu defender um chute da adversária que chegou a vitória no “golden point round”.

– Não consegui alcançar objetivo que vim buscar, mas fico feliz pelo que aprendi. Tenho que corrigir os erros, detalhes fazem a diferença e isso aconteceu no “golden”. No primeiro mundial eu era muito nova, tinha outra cabeça, agora eu me preparei para dar o meu melhor e mesmo com o resultado não vindo eu estou feliz. Tenho que trabalhar duro e continuar, mas vou conseguir chegar mais longe ainda. Agradeço a torcida de todos e o apoio da Confederação. Aprendi muito com essa experiência e encerro minha participação ainda mais motivada, sabendo que tenho que participar de mais competições internacionais e espero contar com apoio para isso – comentou Paloma Lima.

O treinador da seleção brasileira, Reginaldo Santos comentou sobre o combate.

“Fui técnico da Paloma contra a atleta da Rússia, 6ª colocada no ranking mundial. A brasileira teve bom controle nos dois primeiros rounds, se mantendo na frente, chegando ao placar de 3×0, porém na tentativa de uma técnica com giro acabou recebendo um chute no rosto que empatou e a luta e foi para o ‘golden point’. No ‘golden’ Paloma começou ganhando e marcando calibragens dois, mas no minuto final recebeu o chute no rosto e não avançou para a próxima fase”.

Trio brasileiro pronto para segunda etapa.

Com a oitava colocação no ranking mundial, Edival Pontes chega ao seu segundo campeonato mundial com destaque. Edival enfrentará Brandon Sealy, da Jamaica, na categoria até 68 kg. Em 2014, o brasileiro conquistou o título mundial da categoria juvenil.

Na categoria pesada feminina, acima de 73 kg, Gabriele Siqueira fará sua estreia contra Mereke Zhunussova, do Cazaquistão. As taekwondistas já se encontraram em torneios internacionais, em temporadas anteriores, e a brasileira venceu em duas oportunidades.

Na categoria leve, entre homens com até 54 kg, o potiguar Paulo Ricardo terá seu primeiro combate contra Cole Krech Watene, da Nova Zelândia. Paulinho é o atual 10º colocado no ranking mundial e chega confiante e em seu primeiro campeonato mundial.

Os combates iniciais desta quinta-feira terão início às 6h30, no horário de Brasília, com transmissão pelo canal da Federação Internacional – WT. O Sportv tem transmissão ao vivo a partir das 14h.

O Brasil soma 14 medalhas em Campeonato Mundiais, sendo uma de ouro, quatro de prata e nove de bronze.

Seleção Brasileira em Manchester


Atletas: Até 46 kg – Valéria Rodrigues Santos, Até 49 kg – Talisca Reis, Até 53 kg – Nathalia Dinis Lima, Até 57 kg – Sandy Camila Macedo, Até 62 kg – Caroline Gomes dos Santos, Até 67 kg – Milena Titoneli Guimarães, Até 73 kg – Paloma de Lima, Acima 73 kg – Gabriele Siqueira, Até 54 kg – Paulo Ricardo de Melo, Até 58 kg – Eduardo Baretta, Até 63 kg – João Victor Diniz, Até 68 kg – Edival Marques Pontes, Até 74 kg – Henrique Precioso, Até 80 kg – João Pedro Chaves, Até 87 kg – Ícaro Miguel Soares, Acima 87 kg – Maicon de Andrade.

Equipe Multidisciplinar: Clayton dos Santos, Diego Ribeiro e Reginaldo Santos – treinadores; Fábio Lins – fisioterapeuta; Paula Avakian – Analista de desempenho; Rivanaldo Freitas e Alberto Maciel Junior – Vice-Presidente e Presidente da CBTKD.

Histórico de Medalhas do Brasil em Campeonatos Mundiais: 14 (1 – ouro, 4 – pratas e 9 bronzes)

Ouro: Natalia Falavigna – Espanha – 2005.
Prata: Alyson Yamaguti – Nova Iorque – 1993; Milton Iwana – Nova Iorque – 1993; Leonildes Santos – Manila – 1995; Marcio Wenceslau – Madri – 2005.
Bronze: Lucio Aurélio Freitas – Atenas – 1991; Jorge Gonçalves – Manila – 1995; Natália Falavigna – Jeju – 2001; Natália Falavigna – Pequim – 2007; Marcel Ferreira – Pequim – 2007; Natalia Falavigna – Copenhagen – 2009; Guilherme Dias Alves – Puebla – 2013; Venilton Teixeira – Chelyabinsk – 2015; Iris Tang Sing – Chelyabinsj – 2015.

Correspondente Mundo Taekwondo Brasil: Carla Moreira.

Assessoria CBTKD:
Mariana de Sá

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE TAEKWONDO – CBTKD